Tocar piano com as 2 mãos: 2 exercícios efetivos


Fala tecladista! Tudo certo? Aqui é o Augusto Canarin, do Aprenda Piano, para mais um artigo.
É comum surgirem dúvidas a respeito de como tocar piano com as duas mãos juntas (simultaneamente), e é sobre isso que vamos falar hoje.
Talvez você seja um músico de primeira viagem ou até mesmo já toca há algum tempo, porém se complica em alguns quesitos, como é o caso de tocar com as 2 mãos (o que pode ser extremamente complicado para algumas pessoas).
Quando iniciamos no mundo da música é comum passarmos por dificuldades das mais diversas.
Uma delas está relacionada a mão esquerda ser um “peso morto”, ou seja, não funcionar para nada (ou quase nada).
Você já deve ter se perguntado se tinha algum problema ou se todos passavam pelas mesmas dificuldades que você.
O que acontece chega até ser engraçado, porque você quer fazer algo com a mão esquerda, seu cérebro processa informação, dá as ordens, mas o seu corpo não responde, a mão fica travada e não sai do lugar.

A boa e má notícia

Hoje eu gostaria de te dar uma boa notícia: isso é perfeitamente normal e aconteceu até mesmo com os músicos mais experientes. Encontrar dificuldades e errar muito é algo comum a todos os músicos.
A má notícia é que talvez você, como qualquer outra pessoa, tenha algum trabalho para vencer determinados obstáculos. Assim como qualquer coisa na vida!
Nada vem de graça…
Uma hora é preciso dar um basta nas suas fraquezas e desenvolver de uma vez por todas o grande músico que há dentro de você.
Agora, veja algumas dicas e exercícios que preparamos para te ajudar nessa caminhada de tocar piano com as duas mãos:

Exercitando

A seguir vou apresentar dois simples exercícios que vão te ajudar a destravar as suas mãos quando se trata de tocar simultaneamente.
Geralmente, 99% dos músicos tem a mão direita desenvolvida e a mão esquerda, como já falamos, um “peso morto”.
Existem dois casos da mão esquerda:

  1. A mão esquerda não funciona mesmo tocando sozinha e automaticamente também não funciona para tocar junto com a direita.
  2. A mão esquerda sozinha trabalha normalmente, mas quando junta com a direita ela para de tocar, é como se a mão perdesse as forças.

Com os dois exercícios a seguir você conseguirá solucionar esse casos (ou pelo menos começar o processo de melhoria).
Para isso basta praticá-los incansavelmente e então iniciar o processo de tocar piano com as duas mãos sem cometer erros básicos.
Siga o exemplo abaixo como referência para a numeração dos dedos:
Numeração dos dedos

Exercício I

Esse exercício você pode fazer primeiro com uma das mãos, direita de preferência, depois com a outra e por fim com as duas juntas.
Para isso você vai precisa conhecer uma forma de tocar chamada staccato (palavra italiana) que significa tocar com os dedos dando “batidas secas” nas teclas.
Ao invés de tocar estendendo as notas, você aperta uma tecla e a solta rapidamente, para que o som seja bem “seco”.
Você vai precisar também conhecer as primeiras 5 notas das escalas maiores.
O exercício é bem simples:
Imagine a escala de dó (Primeiras 5 notas): Dó – Ré – Mi – Fá – Sol
Execute na ida e na volta essas notas com os dedos 1 – 2 – 3 – 4 – 5 (Mão direita) e 5 – 4 – 3 – 2 – 1 (Mão esquerda).
Quando chegar no Dó novamente na volta, passe para a próxima nota (Dó sustenido = C#) e faça a mesma coisa com as primeiras 5 notas da sua escala.
Faça isso nas 12 tonalidades.
Exercício I - Tocando com as duas mãos
O exercício é simplesmente tocar as 5 primeiras notas (ida e volta) das 12 escalas.

Exercício II

Neste exercício você irá usar 5 notas da mesma forma, dentro das escalas maiores, porém não usará a 2ª nota de cada escala.
Você irá tocar as notas 1 – 3 – 4 – 5 – 6 com os mesmo dedos do exercício anterior.
Veja como vai ficar isso na escala de dó novamente:
Dó – Mi – Fá – Sol – Lá
1      2     3      4      5 (Mão Direita)
5      4     3      2      1 (Mão Esquerda)
Lembrando que os dois exercícios precisam ser executados com as duas mãos.
Exercício II - Tocando com as duas mãos

Dicas finais para tocar piano com as duas mãos

  1. Você precisa, com todas as suas forças, “acordar a sua mão esquerda”, no sentido de usa-la com mais frequência. A mão esquerda normalmente é mais fraca e tocar as duas não dá certo quando você não pratica.
  2. Foque naquilo que você tem mais deficiência! Se o seu problema é a mão esquerda, passe a treiná-la até destravar.
  3. Não desista, persista. Todos os grandes músicos que você conhece passaram pelas mesmas dificuldades que você.

Muito mais importante do que estudar e se dedicar, é não desistir quando as coisas ficarem difíceis.
Persista no seu objetivo e vá até o fim. Quando um muro se levanta contra nós, atrás dele está a solução.
Isso quer dizer que quando existe dificuldade, a solução dele vem logo após.
É como dizem: “Tudo é difícil até que seja feito”.

Para finalizar

Persista e continue estudando e se dedicando para ir além do tocar piano com as duas mãos. Você verá que vai valer a pena.
E no mais, convido você a assinar nosso Canal do YouTube e assinar nossa lista de e-mails para receber conteúdos e novidades em primeira mão.
Forte abraço e até logo,
Augusto Canarin

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

PARTICIPE DO MEU GRUPO EXCLUSIVO NO TELEGRAM​

Clique abaixo para estudar comigo e receber os avisos das aulas diretamente no seu Telegram.