SOCORRO! Sou tecladista mas tenho mãos pequenas!


Fala tecladista!
O assunto de hoje é sério e peço para você ler o artigo com o máximo de atenção porque isso pode quebrar crenças limitantes que muitos tecladistas e pianistas têm.
A ideia desse artigo nasceu da repercussão de um dos conteúdos recentes do Aprenda Piano.
Desde que lancei o vídeo “Tocar bonito economizando dedos” em nosso Canal no YouTube eu recebi vários comentários de músicos se lamentando:

  • “Ramon, minha mão é pequena demais!”
  • “Meus dedos não alcançam essas notas no teclado
  • “Nunca vou tocar desse jeito porque eu nunca vou alcançar as notas”.

Aqui está o vídeo caso você ainda não tenha assistido:

Foi uma enxurrada de comentários que recebi por meio do Facebook, YouTube e também por e-mail. Senti que há muitos tecladistas desesperados porque acham que nunca vão tocar bem porque têm mãos pequenas ou dedos curtos.
Eles me perguntam:
“Ramon, meu problema tem solução?”
A boa notícia é: SIM!
E não tem nada a ver com cirurgias para alongar os dedos. 😛

Crenças limitantes no aprendizado musical

limite-musical
Se você acha que suas mãos ou dedos são pequenos demais e talvez você não consiga tocar bem por causa disso, o seu problema tem solução SIM.
E a solução é mais fácil do que você imagina.
A primeira coisa que você tem que que entender é que talvez o problema não esteja nas suas mãos ou dedos.
O PROBLEMA PODE ESTAR APENAS NA SUA CABEÇA!
Como assim, Ramon?
É provável que seu problema não seja um problema físico, mas de mentalidade. A maioria dos alunos que me falavam que tinham mãos pequenas demais desanimavam no meio do caminho por causa de uma coisa chamada crença limitante.
Peraí… o que é crença limitante?
Crença limitante é um pensamento que te impede de executar ações que poderiam dar resultados positivos na sua vida, mas você não as executa porque não acredita que elas funcionarão.
Pode ser uma crença que você carrega por causa de alguma experiência negativa no passado ou algo parecido.
Os comentários que o vídeo acima geraram refletiram muitas crenças limitantes nos músicos que seguem o Aprenda Piano e eu pude entender um pouquinho mais a diferença entre músicos que alcançam alta performance e músicos que estão travados no aprendizado.
A crença limitante impede muitos tecladistas de evoluírem musicalmente.
Antes mesmo de irem ao teclado praticar e tentar aprender uma nova técnica o pensamento negativo vem à mente:
“Ah, minha mão é pequena demais para isso!”
“Não adianta, meus dedos são curtos demais”
Se você pensa assim chegou a hora de quebrar suas crenças limitantes. Se você quer ser um músico extraordinário, não deve se apegar a desculpas de nenhum tipo.
Como diria Benjamin Franklin:

“Pessoas que são boas em arranjar desculpas raramente são boas em qualquer outra coisa”

Transforme a sua forma de pensar

Se você fica dando desculpas como as que mostrei acima chegou a hora da verdade: Você precisa mudar a forma de pensar!
Como falei anteriormente, é provável que seu problema não seja físico e sim, de mentalidade.
Nessa situação específica, das crenças das “mãos ou dedos pequenos”, o simples fato de você (1) acreditar e (2) praticar os exercícios corretos , pode fazer você alcançar acordes, aberturas e notas que jamais sonharia.

Eu também não alcançava todas as notas que queria

esticar-maos-e-dedos-piano
Eu sei disso porque eu passei pelo mesmo problema. Apesar de ter as mãos e dedos relativamente grandes, como você pode ver no vídeo no início do artigo, eu não era capaz de alcançar determinados acordes e aberturas, até que mudei a minha mentalidade.
No início da minha jornada musical eu carregava várias crenças como:
– “Ah, eu não vou conseguir”.
– “Eu não nasci para tocar dessa forma”.
– “Isso só funciona com outros tecladistas”.
– E muitas outras.
E aí eu realmente não conseguia porque a crença limitante me impedia sequer de tentar.
Somente quando eu comecei a me libertar dessas crenças limitantes, foi que me esforcei para identificar exercícios eficazes que me ajudaram a dar saltos de crescimento no piano.
Nesse ponto eu me dei conta que o problema não estava nas minhas mãos, mas sim na minha cabeça.
A partir do momento que mudei meu pensamento, não havia mais impedimento para eu prosseguir praticando. Eu parei de impor barreiras e limites para o meu aprendizado.
E essa é uma das mensagens mais fortes que eu posso te passar hoje: JAMAIS PONHA LIMITES NO SEU APRENDIZADO!

E se eu tiver mãos pequenas, Ramon?


Você pode estar pensando:
“Ok, Ramon, você tinha um problema de mentalidade, mas tem mãos grandes. E se eu tiver mãos pequenas? Será que tenho jeito?”
Bem, se esse é o seu caso tenho uma BOA NOTÍCIA para você:
Mesmo que tenha mãos pequenas ou dedos curtos você conseguirá tocar praticamente tudo o que quiser se assim o desejar. E sem afetar a sonoridade!
Durante minha caminhada musical eu ensinei muitos alunos que tinham mãos e dedos muito pequenos (pequenos mesmo!). Eu também ensinei crianças. E isso nunca os impediu de tocar piano e teclado de uma forma interessante.
Vale ressaltar que um dos meus grandes professores também tinha mãos pequenas e ele é um pianista incrível.
Em último caso, com pequenos ajustes na forma de tocar (como o uso de arpejos, por exemplo), você alcança a mesma sonoridade que um tecladista que possui mãos grandes.
Grave em sua mente: Não só de mãos grandes se forma um grande pianista. 🙂

Destrua os limites que você mesmo impôs

limitacoes-na-musica
O que quero reforçar nesse artigo é que a grande maioria das pessoas que reclama que não alcança determinado acorde ou nota não pode se queixar do tamanho das mãos. Provavelmente, esse não é o real problema.
Como eu vi muitas vezes ao longo da minha vida, isso normalmente é uma desculpa que muitos tecladistas dão para sequer tentar vencer os desafios.
Então, se você não tem um problema físico real que o impede de tocar e exercitar, elimine as crenças limitantes que você carrega. Eu já tive muitas dessas crenças limitantes e elas só me impediam de progredir.
E quando me dei conta que meu professor tinha mãos pequenas (realmente pequenas), eu passei a acreditar que era possível e assim fui vencendo os desafios.
Minha intenção aqui não é passar exercícios para abertura dos dedos, pois isso vamos ver mais a frente aqui no site.
A mensagem que quero passar agora é: Mude a sua forma de pensar, corra atrás dos seus sonhos e você conseguirá se transformar em um tecladista extraordinário.
Eu vi isso acontecer muitas vezes e se você desejar, vai acontecer com você também. 😉
Forte abraço!
Ramon Tessmann

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

PARTICIPE DO MEU GRUPO EXCLUSIVO NO TELEGRAM​

Clique abaixo para estudar comigo e receber os avisos das aulas diretamente no seu Telegram.