Conheça a famosa tríade sus4


Fala tecladista! Aqui é o Augusto Canarin, do Aprenda Piano, para mais um artigo sobre acordes para você.
Hoje, iremos falar a respeito de um assunto muito legal para incrementar sua forma de tocar e deixar a sua música mais sofisticada: acordes sus4.
É provável que você já tenha ouvido falar sobre acordes com sétima (7ª), nona (9ª), sexta (6ª) e também com a quarta (4ª).
Caso você ainda não esteja por dentro nessas numerações junto às cifras básicas, eu recomendo que você leia esse artigo aqui.
Os números relacionados surgem a partir das escalas, maiores ou menores, e seus respectivos graus musicais, conforme você lerá no artigo.
Vamos ver um exemplo de forma bem simplificada:

Simplificando os graus

De onde vêm os graus da escala?
Imagine, por exemplo, a escala maior de dó:

dó – ré – mi – fá – sol – lá – si- dó

Cada nota da escala recebe um número, começando no dó (1), depois ré (2), e assim por diante. Esses números são conhecidos como graus.
Se eu desejo simplesmente adicionar uma sexta (6ª) ao meu acorde de C, terei que adicionar a nota lá. Simples assim.
Lembrando que essa é apenas uma forma simplificada de entender os graus e suas respectivas adições aos acordes. Existem várias regrinhas dentro do mundo da formação dos acordes, mas não vamos aprofundar aqui.
Hoje veremos a formação de uma tríade bem conhecida e que causa um efeito interessante na harmonia.
Vamos falar sobre os acordes sus4.
Preparado?

Entendendo o Sus4

Antes que você entenda na prática como funciona a formação desse acorde, é muito importante saber o significado da sigla “sus”.
SUS deriva de suspenso (ou acorde suspenso), que significa suspender, remover, nesse caso, retirar a 3ª nota. O numeral 4 (representando o quarto grau), está presente com o sentido de adição. A falta do terceiro grau deixa o acorde mais “aberto”, digamos assim. O quarto grau ajuda a “criar” tensão ao acorde.
Então, quando você encontrar um acorde sus4, teremos a retirada da 3ª nota e a adição da 4ª. A sonoridade fica bem interessante e com várias possibilidades de uso nas suas execuções.
Vamos entender isso melhor nos exemplos a seguir:

Formando Gsus4

Pense no acorde de Sol maior (G). Ele é formado por 3 notas: sol – si – ré.
Observe:

Esse é o acorde básico (tríade básica) de Sol maior.
Agora, se quiséssemos montar o acorde suspenso de G, precisaríamos remover a nota si (3ª) e adicionar o dó (4ª).
Gsus4: sol – dó – ré. Veja na imagem:

Sem muita complicação, os acordes sus4 são formados com essa regra:
Retirar a 3ª nota e adicionar a 4ª.
É muito fácil compreender a formação de acordes suspensos assim.

Efeito do acorde sus4

Você pode estar se perguntando:

  • Mas é algo tão básico, o que vai mudar na música que eu executo?
  • Que efeito isso dá nas minhas harmonias?
  • Como usar esse tipo de acorde?

Isso que é o mais incrível!
Algo muito básico e fácil que pode mudar muito a forma como você toca.
Quando você tira a terceira nota, você está tirando a nota que designa se o acorde é maior ou menor, não dando nenhuma característica maior/menor pra ele.
Adicionando a 4ª você gera uma leve tensão ao acorde, causando um efeito de relaxamento quando você voltar na tríade maior. O intervalo entre os graus 4ª e 5ª causa esse efeito interessante e eu recomendo fortemente que você escute com muita atenção a sonoridade dele.
Então, construa o acorde sus4 aí no seu instrumento e “sinta” o efeito que ele causa em você.

Para finalizar

Eu tenho certeza que você irá gostar da sonoridade dos acordes sus4. É uma das tríades básicas que mais utilizo 😉
Caso você queira se aprofundar nesse assunto de formação de acordes dê uma olhada no curso Acordes Fabulosos porque vai mudar a forma como você constrói seus acordes.
Bons estudos!
Até amanhã,
Augusto Canarin

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo