Arpejo: Comece a treinar de modo fácil

Arpejo: Comece a treinar de modo fácil
Fala tecladista! Tudo certo? Aqui é a Raquel Xavier, do Aprenda Piano e vou te passar alguns exercícios para ganho de agilidade no arpejo.
Nosso objetivo neste artigo é treinar os dedos, deixando eles acostumados a arpejar, seja em uma ou mais oitavas, ou ainda na hora de improvisar.
Então vamos começar a treinar o arpejo! 😉

O arpejo

Não podemos ir em frente sem ter bem formado o conceito de arpejo.
Então saiba que arpejo é:

Tocar as notas de um acorde sucessivamente, ou seja, uma depois da outra.

Temos dois tipos de arpejo que variam por causa do seu sentido.
O arpejo ascendente tem o sentido de “subir”, ou, ir do grave para o agudo e arpejo descendente que tem o sentido de “descer”, ou, ir do agudo para o grave.
Se temos o acorde de Sol maior (Sol – Si – Ré), para arpejar, vamos tocar primeiro o Sol, depois o Si e por fim o Ré. Este arpejo é ascendente porque vai do grave (Sol) em direção ao agudo (Ré).
Porém, se quisermos um arpejo descendente, ainda com o acorde de Sol Maior, iremos tocar a sequência ao contrário, ou seja, primeiro o Ré (agudo), depois o Si e por último o Sol (grave).

Exercícios

Usaremos as inversões de acordes para os exercícios!
As inversões de acordes no arpejo ficam bem legal, já dá uma característica bem diferente no modo de tocar.
Vamos aos exercícios que vão te levar para outro nível de musicalidade.  😉

1# Arpejo – Posição fundamental

Vamos usar o Ré maior como exemplo.
Essas são as notas que formam o Ré Maior: Ré – Fá# – Lá

Esta é a posição fundamental, a tônica (Ré) está no grave.
Agora arpeje o acorde no Ré3, que é o terceiro Ré do seu teclado. Este:

Depois faça isso em todas as oitavas até o último Ré maior que couber no teclado.
Vamos usar os dedos 1, 2 e 4 da mão direita, que são respectivamente o polegar, o indicador e o anelar.
Você irá tocar nota por nota!

1 – 2 – 4  | 1 – 2 – 4 – 1 – 2 – 4

Ré – Fá# – Lá | Ré – Fá# – Lá | Ré – Fá# – Lá

Olhe no teclado como fica o arpejo em três oitavas:

Tente fazer o mesmo exercício com a mão esquerda, mas comece no primeiro Ré do seu teclado e vá até onde alcançar.
Agora tente voltar, ou seja, arpejo descendente, com a sequência das notas e dos dedos ficando assim:

4 – 2 – 1 | 4 – 2 – 1 | 4 – 2 – 1

Lá – Fá# – Ré  /  Lá – Fá# – Ré  /  Lá – Fá# – Ré

2# Arpejo – Primeira inversão

A primeira inversão de Ré maior fica assim : Fá# – Lá – Ré.

Vamos fazer a mesma coisa que no exercício anterior, arpejo ascendente até o final do teclado e depois a volta com o arpejo descendente até onde a mão alcançar.
Para essa forma de arpejo vamos usar os dedos : 1, 3 e 5, respectivamente o dedo polegar, médio e mínimo.
O desenho final do arpejo em três oitavas ficaria assim:

Não esqueça de voltar (descendente) e de fazer a mesma coisa com a mão esquerda hein. 😉

5 – 3 – 1 | 5 – 3 – 1 | 5 – 3 – 1

Ré – Lá – Fá# | Ré – Lá – Fá# | Ré – Lá – Fá#

3# Arpejo – Segunda inversão

A segunda inversão de Ré maior é : Lá – Ré – Fá#

Da mesma forma, comece com o arpejo ascendente até o fim do teclado e volte com o arpejo descendente até onde a sua mão conseguir ir.
Nesse arpejo os dedos irão ficar assim, respectivamente os dedos são o o polegar, o indicador e o anelar:

1 – 2 – 4 | 1 – 2 – 4 | 1 – 2 – 4

Lá – Ré – Fá# | Lá – Ré – Fá# | Lá – Ré – Fá#

Observe como fica o arpejo em três oitavas no teclado:

Para voltar você pode usar os mesmos dedos.
Nessa inversão a mão esquerda vai ser um pouco diferente: Vamos usar os dedos 5, 3 e 2, que são o mínimo, o médio e o indicador, seguindo essa ordem.
A notas do arpejo e os dedos na mão esquerda ficam assim:

5 – 3 – 2 | 5 – 3 – 2 | 5 – 3 – 2  

Lá – Ré – Fá# | Lá – Ré – Fá# | Lá – Ré – Fá#

Esta maneira de distribuir os dedos exige um pouco de abertura da sua mão, caso não consiga, encontre uma maneira que fique confortável pra você!

Aplicação

Você pode fazer essas formas de arpejos com qualquer acorde, seja ele, maior, menor, sustenido ou bemol.
Se tiver uma sequência de quatro acordes, não arpeje em todos eles. Escolha um e faça apenas nele, já na próxima repetição então escolha outro e assim por diante.
Assim que você conseguir um resultado legal introduza o metrônomo no seu estudo. Acelere ele aos poucos e veja o quão ágil você está ficando!

Concluindo

Treine, estude e acostume seus dedos com a arpejar!
Garanto para você que depois disso vai ver bem mais tranquilo e até automático usar arpejos na hora de tocar. 😉
Para ter acesso a mais conteúdos como esse, conheça o Piano Prime e descubra técnicas incríveis que vão embelezar seu modo de tocar!
Um abraço e até mais hein!
Raquel Xavier

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Participe da

Semana do Teclado

O passo a passo para a realização do
seu sonho de tocar teclado em 30 dias