06 Dicas para evitar dores musculares ao tocar teclado ou piano

06 Dicas para evitar dores musculares ao tocar teclado ou piano

Fala tecladista! Como vai você? Gostando do conteúdo que estamos postando diariamente aqui no Aprenda Piano? Espero que sim 🙂

Hoje o assunto é bem sério. Vamos falar sobre dores musculares. Mais especificamente sobre como evitá-las.

Vários dos nossos alunos premium do Aprenda Piano chegaram aqui com problema de dores musculares, seja nos braços, pulsos ou musculatura em geral. Tudo porque vinham praticando ou tocando o instrumento de forma errada.

É até normal ver que quando algumas pessoas encontram nossos conteúdos acabam se empolgando e praticando por horas a fio sem o mínimo de preocupação com a saúde.

A pergunta que muitos músicos fazem é essa: “É normal sentir dor ao tocar teclado ou piano?”

Absolutamente, não.

Porque você não deveria sentir dor

dores nas maos

Quando você toca um instrumento, nenhum tipo de dor muscular deve ser considerado normal ou necessário para a execução de qualquer música.

Isso inclui os teclados com teclas leves, semi-pesadas e pesadas (e também os pianos)!

Se você sente dor ao tocar seu instrumento, certamente algo está errado.

A dor é uma espécie de aviso que seu cérebro envia para alertar você sobre algum problema.

Por isso decidi escrever esse artigo. Para ajudar você a evitar problemas com dores musculares e assim poder estudar tranquilamente sem pôr a saúde em risco.

Vamos em frente:

As 6 dicas do Aprenda Piano

tocar teclado corretamente
Dica #1: Se você for praticar exercícios para teclado por muito tempo, dê pausas a cada 15 minutos de estudo. Pare por um ou dois minutos, para relaxamento.
Dica #2: Sempre que puder, chacoalhe as mãos no ar, como se quisesse secar mãos. Isso relaxará todos os músculos necessários para a execução dos exercícios.
Dica #3: Sempre que encontrar um acorde ou abertura nova que você tem dificuldades para executar, pode dar uma “forçadinha” nos dedos para conseguir mais abertura. Mas não exagere! Se começar a sentir muita dor pare. Vá encarando novos desafios gradualmente.
Dica #4: Se você não está se sentindo sua mão “encaixar” em determinado acorde ou escala, preste atenção: a ordem dos dedos pode estar incorreta! Há sempre uma maneira mais confortável de se tocar uma técnica ou acorde, por exemplo. Procure pela maneira mais confortável de fazer as coisas.
Dica #5: Toque com os dedos e não com os pulsos! Muitas pessoas querem tocar, mas acabam “batendo” no teclado. Isso prejudica os pulsos e tendões. As teclas devem ser empurradas com os dedos e não com os pulsos. Então, preste atenção da próxima vez que você for tocar e veja se você não está movimentando demasiadamente os pulsos para cima e para baixo.

Dica #6: Se possível adquira aquelas bolinhas de exercícios de fisioterapia, que podem ser encontradas em farmácias. Elas serão excelentes para fortalecer os músculos das mãos.

Recomendação final

Eu sinceramente espero que você possa aprender todo o conteúdo aqui do Aprenda Piano, mas sem prejudicar a saúde.

Se tornar um tecladista ou pianista extraordinário passa por você aprender a respeitar os limites do seu corpo.

É só ter paciência e seguir as dicas que passei acima que esses problemas estarão bem longe de você.

Então é isso… se tiver dúvidas, deixe um comentário que a gente continua o papo 😉

Até breve,
Ramon Tessmann

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo