5 Escalas incríveis para você usar no Jazz

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp


Fala tecladista! Tudo certo? Vamos falar sobre as escalas musicais, mas são as que eu considero especiais, afinal são algumas das escalas que mais uso no Jazz.
Tudo bem, tem quem diga que todas as escalas podem ser usadas, sim, não está errado pensar assim, porém acredito que essas sejam as que melhor se encaixam com o Jazz.
Acredito que com o estudo e a prática, você também vai saber escolher suas preferidas.
Para que você faça isso é preciso praticar, desenvolver musicalidade e dinâmica, para assim poder improvisar com perfeição.
Mas então vamos lá, vou contar para vocês quais são os 5 tipos de escalas que eu uso largamente quando estou improvisando no Jazz:

#1 Escala de Blues

A Escala de Blues nada mais é do que a escala pentatônica com uma nota adicionada. Se quiser saber mais sobre a escala de blues leia isso.

#2 Escala Diminuta

A escala diminuta é uma escala simétrica, ou seja, possui a mesma sequência de intervalos quando você a executa para frente ou para trás. Veja aqui a formação dela.

#3 Escala Pentatônicas

O termo “pentatônica” aponta para as 5 notas que a escala possui, uma coisa interessante é que essas notas são tão bem encaixadas que é praticamente impossível você “errar” na hora de improvisar.

#4 Escala Alterada

Essa é a escala que pode parecer estranha para você, mas ela é capaz de ser aplicada tranquilamente em um acorde dominante, pense nisso.

#5 Escala Menor Harmônica

A Escala Menor Harmônica difere da Escala Menor Natural pelo fato de ter a sétima maior, em vez da sétima menor, e esse simples detalhe produz um som bem rico, especial.

Para finalizar

É incrível ver como na música um simples detalhe pode fazer uma enorme diferença, a diferença dessas escalas entre si nos mostram isso.
Para que você possa aprender muito mais sobre escalas recomendo que você estude e pratique. Para facilitar seu aprendizado aproveite o e-book sobre o “O mundo fantástico das escalas”, e o e-book sobre “O mundo das escalas intermediárias e avançadas”.
Não pense que aprender as escalas esteja distante. Com estudo e prática, em pouco tempo você estará improvisando em qualquer qualquer escala, e assim escolhendo as que mais lhe agradam para cada estilo.
Então chega de tocar o básico no piano, conheça agora mesmo o Curso Piano Prime!
Por hoje é essa a dica que tenho para você, forte abraço!
Ramon Tessmann

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do vídeo? Deixe seu comentário abaixo