A Verdade Nua e Crua Sobre a Escala Menor Harmônica | Dica de Teclado #1


Fala tecladista! Aqui é a Raquel Xavier e hoje estamos iniciando uma nova série de conteúdos diários o qual chamamos de Dica de Teclado e pro primeiro vídeo, vamos falar sobre a escala menor harmônica!
Aconselho você a ter caneta e papel em mãos e seu teclado a postos para já começar a experimentar a sonoridade desta escala tão utilizada.
Já adianto que esta escala funciona muito bem!
Você pode estar se perguntando: “como assim funciona bem?”.
Eu sei que é um pouco difícil associar a palavra “funcionar” a uma escala, mas nos referimos assim para mostrar que a escala tem suas funções harmônicas bem definidas!
Vamos ao que interessa!

Como tocar piano – o guia completo está gratuito agora. Aproveite!

Baixe agora, clicando aqui!

ESCALA MENOR HARMÔNICA: O MISTÉRIO

Que mistério é esse?
O mistério está no efeito causado pelos intervalos que formam a escala menor harmônica, consequentemente o mesmo efeito é levado para arranjos e frases musicais.
E tenho que confessar algo a você, eu uso esta escala largamente nas minhas improvisações.
De fato, essa é a verdade nua e crua que muitos músicos de jazz “escondem”: a escala menor harmônica é a que eles mais utilizam nas improvisações.
Você vai entender melhor tudo o que estou falando ao tocar esta escala.
Realmente a escala menor harmônica tem uma sonoridade bem interessante e única.
Então, vamos colocar as mão na massa! Opa, nas teclas! haha 😀

ESCALA MENOR HARMÔNICA: NA PRÁTICA

Vamos construir a Escala Menor Harmônica!
Para começar, vou te mostrar como fazer a escala pelos intervalos de tom e semitom. Veja:

TOM – SEMITOM – TOM – TOM – SEMITOM – 1 TOM e MEIO – SEMITOM

E agora vou te mostrar em forma de graus. Os graus que compõem essa escala são:

1 – 2 – b3 – 4 – 5 – b6 – 7 – 8

Os graus 3 e 6 estão acompanhados com um “b”, designando que o grau é bemol, ou seja, na prática diminuímos meio tom do grau natural.
Por exemplo, para formar a Escala Menor Harmônica de dó, seria assim:

dó – ré – mib – fá – sol – láb – si – dó

Note que as notas mi e se tornaram bemol por serem os graus 3 e 6.
Veja estas notas no teclado:

Vamos construir a escala menor harmônica em outra tonalidade?
O que acha de usarmos a tonalidade de fá?

Escala Menor Harmônica de Fá

Uma forma fácil de montar essa escala, é pensar primeiramente na escala maior natural e depois apenas reduzir os graus 3 e 6.
Veja as notas da escala maior de fá e seus respectivos graus:

fá – sol – lá – sib – dó – ré – mi – fá

1  – 2  – 3 –  4 – 5 –  6 – 7 – 8

Para tornar esta escala maior em escala menor harmônica é só diminuir meio tom dos graus 3 e 6, que são as notas lá e ré. Veja:

  • Diminuindo meio tom de lá, chegamos a nota de b.
  • Diminuindo meio tom de ré, chegamos a nota de b.

Agora sim, a escala menor harmônica de fá fica dessa forma:

fá – sol – láb – sib – dó – réb – mi – fá

E no teclado:

Toque a escala no teclado e ouça sua sonoridade!
O que você achou? Aguardo seu comentário no final deste artigo falando de qual foi a sensação que teve ao ouvir esta escala. 😉

ESCALA MENOR HARMÔNICA NOS ACORDES

Vou te mostrar 3 possibilidades de acorde para aplicar a escala menor harmônica:

  1. Tríade
  2. Tétrade (7)
  3. Tétrade (maj7)

Vamos em frente!

#1 – TRÍADE

Bom, se você está aprendendo essa escala agora, eu recomendo que comece usando sobre as tríades menores.
Se a escala menor harmônica for da nota o acorde de base que você pode usar é o Cm.
Você pode tocar a escala quando o acorde aparecer em uma progressão, ou usar o acorde na mão esquerda e a escala na mão direita para exercícios diários.

#2 – TÉTRADE (7)

Para transformar a tríade em tétrade é só acrescentar uma nota, como por exemplo, a sétima.
Se você for usar sobre um acorde menor com sétima por exemplo, cuide para não causar choque com as sétimas (Cm7). Na escala menor harmônica a sétima é a nota si e no acorde de Cm7 a sétima é a nota sib.

#3 – TÉTRADE (maj7)

Agora se quiser “fugir” dessa confusão de sétimas, a melhor alternativa é usar o acorde menor com sétima maior.
Esse é um acorde que encaixa perfeitamente com a escala menor harmônica.
Continuando com a nota dó, se a escala for de , o acorde poderá ser Cm(maj7). Vai ficar bem interessante!

Guia completo ensina você a tocar teclado. Aproveite enquanto é grátis

Baixe agora mesmo!

CONCLUINDO

Tente exercitar bastante essa escala em todas as 12 tonalidades para começar a se acostumar com a sonoridade e a sensação da mesma.
Foi dada a largada e agora é não desanimar e continuar acompanhando todas as Dicas de Teclado sobre diversos assuntos.
Para mais aulas e conteúdos sobre música, teclado e piano:

Faça o download grátis do livro “COMO TOCAR TECLADO BEM”.
Em breve teremos grandes novidades, então não fique de fora!
Um abraço e até a próxima,
Raquel Xavier

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo