Como formar a Escala Menor de Dó sustenido?

Como formar a Escala Menor de Dó sustenido?
Fala tecladista! Tudo bem? Aqui quem fala é o Augusto Canarin, do Aprenda Piano, e no artigo de hoje nós vamos estudar mais uma das escalas menores: escala menor de dó sustenido.
Se seguimos a sequência de notas do piano, iniciando pela dó, sabemos então que a nota de dó sustenido é a segunda nota do instrumento.
Eu diria que essa é uma das escalas menores mais versáteis pois ela pode ser utilizada em várias ocasiões e em acordes diferentes.
Mesmo assim, a maioria dos músicos não se preocupa muito em estudar esse tipo de escala quanto mais entender como ela funciona.
Isso acontece porque dificilmente uma música é feita em uma tonalidade menor, porém sempre que você se preocupa em aprender algo novo, é um conteúdo a mais que você tem disponível para usar.
Então, sem mais delongas, vamos agora iniciar os nossos estudos! 😀

REGRA DAS ESCALAS MENORES

Me diga uma coisa: quando você quer cozinhar algo ou preparar um prato que você não sabe muito bem, do que você precisa?
Acredito eu que você precisa de uma receita, correto?
E se eu te disser que até para formar escalas na música, nós temos uma receita específica pra cada uma delas.
Da mesma forma que a receita muda para fazer um bolo de chocolate ou um bolo de cenoura, a receita muda dependendo da característica da escala.
Para todas as escalas, juntamente com as menores, existe uma regra específica, para que seja possível originar cada uma dessas escalas.
Porém não é nenhum bicho de sete cabeças, pelo contrário. Cada escala, seja ela menor, maior, alterada, diminuta, … é originada a partir de intervalos musicais.
O que muda em cada escala é apenas a ordem e o posicionamento desses intervalos.
No caso das nossas escalas menores, a mesma regra vale para qualquer tonalidade, inclusive para a de dó sustenido.
A melhor forma de explicar como funciona essa regra é por meio da distância entre notas, através de tons e semitons.
Essa é a sequência que permite montar as escalas menores:

TOM – SEMITOM – TOM – TOM – SEMITOM – TOM – TOM

E aí, será que com essa regra você consegue montar a sua escala menor?
Eu gosto de dizer que é o mesmo que um mapa do tesouro essa regra, pois se você seguir ao pé da letra, com certeza você chegará no resultado desejado.
Abaixo disponibilizei para você uma imagem das teclas de um piano para que você possa tentar localizar as notas e os intervalos diretamente no instrumento:

Localizando a nota de dó sustenido, fica muito mais fácil de descobrir o restante da escala.
Mas e que tal se nós montássemos juntos a escala menor de dó sustenido? É isso que nós vamos fazer!

NOTAS: ESCALA MENOR DE DÓ SUSTENIDO

Vamos agora, passos a passos, montando a nossa escala.
Iniciamos então com a nossa primeira nota que é também a tonalidade da escala: dó sustenido.
A partir da segunda nota que nós começamos a utilizar a nossa regra.
Então, para a segunda nota temos que subir um tom da nota de dó sustenido, resultando em ré sustenido.
Agora precisamos aumentar um semitom para a nossa terceira nota. Como já estamos em ré sustenido, subindo meio tom temos a nota mi como nosso 3º grau.
Em sequência temos dois tons disponíveis para descobrirmos as notas de número 4 e 5.
Estamos em mi, subindo um tom temos a nota fá sustenido e mais um tom, sol sustenido. Essas são as notas 4 e 5 da escala menor de dó sustenido.
Para completar 8 notas, faltam apenas 3! Vamos continuar…
Partindo agora de sol sustenido  temos que subir um semitom, e com isso iremos chagar até a nota lá. Essa é sexta nota da escala.
Mais dois tons seguidos e fim da escala.
Subindo um tom a partir de lá temos a nota si sendo nosso 7º grau e mais um tom, novamente a nota dó sustenido para completar uma oitava e toda a nossa escala.
Colocando então todas as notas juntas, na ordem correta fica assim:

Dó# – Ré# – Mi – Fá# – Sol# – Lá – Si – Dó#

Viu como fica muito simples montar qualquer escala menor?
Eu apenas segui aquela sequência de tons e semitons que eu passei anteriormente, simples!
Escolhi a minha tonalidade e fui descobrindo todas as notas restantes.
E agora, quer ver como fica essa escala direto no piano?

ESCALA MENOR DE DÓ SUSTENIDO: PIANO

Você já sabe como encontrar todas as notas da escala menor e a regra necessária para isso.
Sabe também quais as notas que fazem parte da escala menor de dó sustenido.
O que falta agora é apenas visualizar tudo isso no piano e ver como essas notas se comportam no instrumento.
Segue então, a famosa escala menor de dó sustenido com destaque em todas as suas notas:
escala menor de dó sustenido
Chegou agora a sua vez de tocar essa escala e utilizar ela no seu dia e nos seus estudos! Fique totalmente a vontade.

FINALIZANDO

Muito fácil montar uma escala menor da forma como fizemos nesse artigo, não é mesmo?
A música é muito fácil, nós é que complicamos tudo.
Por hoje é isso, eu fico por aqui e até a próxima.
Forte abraço e bons estudos,
Augusto Canarin

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Semana do Teclado

O passo a passo para a realização do
seu sonho de tocar teclado em 30 dias