Como formar a Escala de Lá sustenido?

Como formar a Escala de Lá sustenido?
Fala tecladista! Tudo bem? Aqui quem fala é o Augusto Canarin, do Aprenda Piano, e no artigo de hoje vamos finalizar o nosso estudo sobre as escalas maiores com a escala de lá sustenido.
Essa com certeza é aquela escala que é sempre esquecida por todos, e que sempre é deixada de lado.
Isso acontece por que primeiro sempre vem as teclas brancas como “mais importantes”, depois as pretas e quem sabe o lá sustenido, que também é conhecido como si bemol.
Nesse caso, é muito mais fácil você encontrar um músico que tenha a escala de dó ou de sol na ponta dos dedos, do que a escala de ré sustenido.
Faça esse pequeno teste com você mesmo e veja qual escala você tem mais facilidade em executar.
MAS CALMA, isso vai acabar agora pois chegou a hora de estudarmos a nossa 12ª escala. Vem comigo! 😀

LOCALIZANDO O LÁ SUSTENIDO

Antes de estudarmos as notas e a sequência pra montar a escala de lá sustenido, vamos aprender a localizar a nota de lá sustenido no piano.
Isso pode parecer até meio infantil mas, principalmente os músicos e pianistas mais recentes, possuem algumas dificuldades em “achar” as notas.
Por isso neste tópico vamos te ensinar como localizar a nota de uma forma rápida e prática.
Caso você já saiba onde fica a nota de lá sustenido, pule para o tópico seguinte e prossiga com o estudo.
Agora pra você que ainda não sabe, note que no piano/teclado há um grupo de duas teclas pretas e em sequência um outro grupo de três teclas pretas.
Esse processo de duas e três teclas pretas se repete até o final do instrumento.
A nota de lá sustenido é a última tecla preta do grupo de três teclas. Veja na imagem abaixo:
nota lá sustenido

RECEITA DAS ESCALAS MAIORES

Agora iniciamos a parte prática da sequência de aprendizado das escalas maiores, especificamente da escala de lá sustenido.
Pra você iniciar o estudo sobre as escalas maiores, principalmente sobre a escala de lá sustenido, é muito importante entender todo o processo por trás dessas escalas.
É utilizada uma regra, que funciona como uma espécie de receita, para montar essa e todas as outras escalas maiores.
Essa “regra” é a mesma para todas as escalas maiores e cada tipo de escala possui uma sequência específica dessa.
Todas seguem o mesmo padrão de formação!
Esse padrão é dividido intervalos de tom e semitom:

  • Tom: Intervalo de duas teclas ou duas notas.
  • Semitom: Intervalo de uma tecla ou uma nota.

Contando os intervalos junto da tonalidade específica é possível montar qualquer escala maior em segundos.
Veja quais os intervalos das escalas maiores:

TOM – TOM – SEMITOM – TOM – TOM – TOM – SEMITOM

Essa nossa receita quando seguida ao pé da letra funciona perfeitamente.

NOTAS DA ESCALA

Após estudar a ideia de como formar as escalas, o melhor a se fazer é aplicar na prática o que foi aprendido.
Entenda que se você tem uma tonalidade e tem a receita para montar o que você deseja, em instantes é possível fazer isso.
Vamos utilizar, como com todas as outras escalas maiores, o estudo por meio de oitavas (8 notas).
Veja como fica a Escala de Lá sustenido:

Lá# – Si# – DóX – Ré# – Mi# – FáX – SolX – Lá#

3 das notas presentes na escala são teclas pretas e o restante notas naturais (teclas brancas).

ESCALA DE LÁ SUSTENIDO NO TECLADO

Agora que você já sabe como formar a escala, quais as notas que pertencem a ela, o que mais falta?
Você sabe como fazer a escala no piano/teclado?
Uma coisa é saber quais notas dão origem a escala, a outra é localizar todas essas notas no instrumento.
Você já aprendeu até a localizar a nota de lá sustenido, ou seja, todo processo que vem antes do resultado final nós já fizemos.
O que falta agora é apenas ver todas as notas dispostas no teclado.
Quando você sabe as notas e onde elas estão no instrumento, é ainda melhor para você estudar.
Você está com o teclado ou um piano na sua frente?
Recomendo que agora você faça isso.
Pegue o seu teclado, coloque perto de você e a medida que você for localizando as notas, toque cada uma delas o máximo que você puder.
Quanto mais você exercita mais você grava as notas e as suas posições.
Conte ao mesmo tempo, os intervalos de tom e semitom para que você veja quão perfeita é essa regra para as escalas maiores.
Agora sim, veja abaixo a Escala de Lá sustenido no piano:
Escala de Lá sustenido
PS: Usamos a nomenclatura das notas referindo ao som e como são mais popularmente conhecidas, mas se já tem um pouco mais de caminhada na música sabe que dó se refere a si#, ré: dóX , fá: mi#, sol: fáX, lá: solX.
Nós temos, caso você queira estudar outros exemplos, todas as escalas maiores em artigos individuais, como esse que você está lendo.
Clicando no card abaixo, você é levado para o nosso Dicionário Musical e consegue escolher qualquer escala maior da sua preferência pra estudar.

FINALIZANDO

E ai tecladista, o que você achou da nossa escala de hoje? Fácil de entender, não é mesmo?
O que você precisa é apenas dar o primeiro passo e se importar com outros tipos de escalas, além daquelas que você já conhece.
Por hoje então, é isso!
Forte abraço e mantenha o foco nos estudos,
Augusto Canarin

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

PARTICIPE DO MEU GRUPO EXCLUSIVO NO TELEGRAM​

Clique abaixo para estudar comigo e receber os avisos das aulas diretamente no seu Telegram.