Como fazer acordes invertidos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Fala tecladista! Aqui é o Elvis Adriel, do Aprenda Teclado e hoje quero te mostrar algumas possibilidades de fazer o mesmo acorde apenas invertendo algumas notas de sua formação. Me acompanhe!


COMO OS ACORDES SE FORMAM?

Caso você ainda não saiba, cada acorde segue uma certa  sequência  de  graus musicais.

Ou seja, para formar por exemplo o acorde menor de uma tonalidade específica, você utiliza 3 graus sendo eles 3 notas, para montar o acorde.


ACORDE MAIORES

Todos os acordes maiores, independente da tonalidade, segue uma regra básica de formação.

TOM – TOM – SEMITOM – TOM – TOM – TOM – SEMITOM 

Então, se eu quero montar a escala maior de Dó, eu preciso seguir essa sequência de intervalos.
Depois de entender como a sequência funciona, basta montar a escala:

Dó – Ré – Mi – Fá – Sol – Lá – Si – Dó

Para formar um acorde maior, você precisa então de 3 notas, sendo elas:

1º grau – 3º grau – 5º grau

Se você quer montar o acorde maior de dó, veja quais as notas de número 1 – 3 – 5.

  • 1º grau = dó
  • 3º grau = mi
  • 5º grau = sol


ACORDES MENORES

Para formar cada um deles você utiliza: 1º grau – 3º grau bemol – 5º grau.

Então o que você deve fazer de diferente da formação do acorde maior é apenas diminuir um semitom no 3º grau, por isso 3º grau bemol.

acorde de Dó menor fica dessa forma:

  • 1º grau = dó
  • 3º grau bemol = mib
  • 5º grau = sol


ACORDE INVERTIDO

Um acorde invertido é basicamente um novo formato das notas inseridas dentro de um acorde.

Eles funcionam da seguinte forma: você pega um acorde que já existe, mantém todas as notas, mudando apenas a nota que inicia o acorde.

Então, por exemplo, acorde de dó maior:

O que eu fiz foi apenas iniciar o meu acorde pelo 3º grau, porém eu mantive todas as notas obrigatórias do acorde de Dó maior.


COMO USAR O ACORDE INVERTIDO?

Além de ser uma forma de diversificar os acordes e toca-los de uma maneira diferente, serve muito também para uma questão de proximidade em uma música.

Vamos supor que você esteja tocando os acordes Sol e Dó (G e C).

Ao invés de ter que deslocar o seu corpo completamente para tocar o acorde de Dó, utilize a própria nota de Sol que você já está tocando e forme o acorde de dó.

Como sol é o 5º grau de dó, você pode utilizar ele para montar o acorde, não precisando nem sequer tirar sua mão do instrumento.


CONCLUINDO

Acompanhe a aula para entender melhor.

Para mais aulas e conteúdos sobre música, teclado e piano:

Faça o download grátis do livro “COMO TOCAR TECLADO BEM”.

Bons estudos e um forte abraço,
Elvis Adriel

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do vídeo? Deixe seu comentário abaixo

PARTICIPE DO MEU GRUPO EXCLUSIVO NO TELEGRAM​

Clique abaixo para estudar comigo e receber os avisos das aulas diretamente no seu Telegram.