Tudo sobre Cadência e suas variações

Tudo sobre Cadência e suas variações
Fala tecladista! Tudo bem? Aqui quem fala é o Augusto Canarin, do Aprenda Piano e hoje nós vamos falar sobre um assunto muito importante na música: Cadência e suas variações.
E aí, você sabe o que é cadência e qual a sua importância no mundo da música?
Também conhecida como progressões, elas possuem em seu corpo de acordes, uma sonoridade bem específica, a qual vamos estudar e entender as características de cada uma.
As cadências são sequências de acordes, as quais possuem, cada uma em individual, uma singularidade bem definida.
Vamos explorar mais a fundo tudo que você precisa saber sobre essa temática. Vem comigo! 😉

O QUE É CADÊNCIA?

Cadência é uma sequência ou progressão de acordes que possui uma sonoridade harmonicamente específica.
Existem, no mundo da música, várias sequências de acordes que podem ser utilizadas para criar e tocar uma canção, porém temos algumas que são inconfundíveis.
Essas progressões possuem características bem singulares, por isso então são chamadas de cadência.
Talvez você até já conheça essas progressões mas não se deu conta que elas recebem esse nome.
Uma cadência muito conhecida pelos músicos, a qual possui uma sonoridade bem marcante, é a progressão 4 – 5 – 1.
As cadências servem como um padrão, conhecido também como clichê harmônico.
Esse padrão pode ser aplicado em diversos momentos com o intuito de gerar uma sensação harmônica.
Para que existam as cadências, elas necessitam trabalhar em cima das famosas funções harmônicas (harmonia funcional).

EXEMPLO: PROGRESSÃO 2 – 5 – 1

Vamos estudar agora, um exemplo muito famoso de cadência, o qual vai te ajudar a entender melhor sobre o assunto.
Faremos um estudo em cima do caminho 2 – 5 – 1 e de algumas variações em cima dele.

CADÊNCIA 2 – 5 – 1

Pensando em forma de graus, vamos estudar a sequência de graus 2 – 5 – 1.
É muito importante entender o papel harmônico de cada grau musical.
São eles:

  • 2º grau = Função subdominante
  • 5º grau = Função dominante
  • 1º grau = Função tônica

Essa sequência traz consigo algumas sensações como, por exemplo:

  • 2º grau = Transição
  • 5º grau = Preparação
  • 1º grau = Conclusão

Se a tônica for um acorde maior, essa cadência costuma ter um formato com algumas notas adicionais.
Veja um exemplo com a tonalidade de Sol maior:

Am7 – D7 – G7M

2º grau – 5º grau – 1º grau

  • 2º grau menor com sétima menor (m7)
  • 5º grau maior com sétima menor (7)
  • 1º grau maior com sétima maior (7M)

O segundo grau de uma cadência II – V – I é chamado de segundo cadencial. Esse termo é muito importante na música e aparece direto em estudos sobre harmonia.
É fundamental que você esteja familiarizado com as funções harmônicas e com o estudo de acordes por meio dos graus musicais.

RESOLUÇÃO EM ACORDE MENOR

Você estudou, no tópico anterior, como é uma cadência de sequência 2 – 5 – 1, sendo a tônica um acorde maior.
Agora, vamos estudar o mesmo exemplo na tonalidade de Dó, porém com a tônica sendo um acorde menor. 

Dm7(b5) – G7(b9) – Cm7

  • 2º grau menor com sétima menor e quinta bemol (m7b5)
  • 5º grau maior com sétima menor e nona bemol (7b9)
  • 1º grau menor com sétima menor (m7)

Os acordes que foram utilizados em ambas as progressões, pertencem ao campo harmônico maior e menor da tonalidade de Dó. Veja:

TIPOS DE CADÊNCIAS

Após estudarmos a teoria sobre cadência e a sua estrutura em um todo, vamos conhecer alguns tipos de cadências.
Elas são divididas em 5 tipos diferentes:

  • Perfeita
  • Imperfeita
  • Plagal
  • Deceptiva
  • Meia Cadência

Cada uma dessas cadências possui uma peculiaridade em específico, por isso vamos estudá-las em individual.
Você está preparado? Vamos juntos!

#1 – CADÊNCIA PERFEITA

Essa progressão é formada pela sequência de grau: 5º grau – 1º grau (Dominante – Tônica).
É considerada a maior forte de todas em intensidade e importância.
Em algumas ocasiões, essa progressão pode ser antecedida por um acorde subdominante (2º ou 4º grau). Nesse caso, pode ser chamada de cadência autêntica.
Veja abaixo dois exemplos:

  • D – G ou D7 – G
  • Am7 – D7 – G

#2 – CADÊNCIA IMPERFEITA

É também formada pela sequência 5º – 1º (Dominante – Tônica), porém os acordes aparecem com algum tipo de inversão ou nota acrescentada.

  • D7 – G/B
  • D/F# – G

O termo imperfeita pode também aparecer quando o acorde dominante for o sétimo grau ao invés do 5º.

  • F#m7 (b5) – G

#3 – CADÊNCIA PLAGAL

Progressão na qual não existe o acorde dominante!
A sequência de acordes é formada apenas pelo acorde subdominante e tônica.
Pode ser uma sequência tanto 2º – 1º quanto 4º – 1º. Exemplos:

  • Am7 – G
  • C – G

#4 – CADÊNCIA DECEPTIVA

Quando ocorre uma resolução deceptiva, onde o acorde dominante vem seguido de qualquer acorde que não seja a tônica.
Essa cadência possui o famoso “efeito surpresa”. Veja:

  • D – Am
  • D7 – C

Uma cadência deceptiva pode resolver em um acorde que não esteja dentro do campo harmônico principal, o que exemplifica uma alteração de tonalidade (modulação).
Essa progressão pode aparecer como cadência deceptiva modulante. Exemplo:

  • D7 – Bb

#5 – MEIA CADÊNCIA

Acontece uma meia cadência quando a música permanece no acorde dominante sem revolver em nenhum outro.

  • Am7 – D7
  • C – D7
  • Em – D

Essas são alguns exemplos de progressões que podem aparecer em variados tipos de músicas.
Cada uma dessas cadências causa um determinado efeito na música, por isso é tão importante que você estude, conheça e comece a visualizar esse processo nas suas execuções musicais.

CONCLUINDO

Espero que você tenha gostado desse conteúdo completo sobre cadência!
Caso tenha ficado com alguma duvida na cabeça, você já sabe, é só deixar um comentário que tiramos todas suas dúvidas. 😉
Ah e não esqueça de continuar ligado em nossos conteúdos, temos muitos artigos que podem ajudar você se desenvolver musicalmente.
Até a próxima hein!
Augusto Canarin

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo